4 Estratégias de Marketing Digital para o Mercado Imobiliário na Pandemia

Passado mais de um ano de cenário pandêmico no Brasil, algumas lições na comercialização de empreendimentos imobiliários puderam ser aprendidas. Com a necessidade de isolamento social e a adoção de home office, as pessoas ficaram mais em suas casas e passaram a desejar um lar mais confortável, aconchegante e com boas funcionalidades.


Com isso, apesar da crise econômica e sanitária decorrente da pandemia do novo coronavírus, o setor imobiliário expandiu 26% em 2020, de acordo com dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Estima-se ainda que a venda de imóveis crescerá 35% em 2021, de acordo com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).



Neste cenário de oportunidades, as estratégias de marketing precisaram ser revisadas e adequadas para encontrar o cliente e efetivar as vendas de outras formas. Em artigos anteriores do blog Fuel que você pode conferir clicando aqui, citamos algumas mudanças substanciais na estratégia de marketing e no modo de comercializar imóveis a partir da pandemia. Aqui fazemos um compilado destas estratégias:


  1. Ampliar Presença Digital


Imóvel é um dos maiores investimentos que o brasileiro faz ao longo de sua vida. E, para isso, ele irá buscar obter informações de todas as formas que precisa até se sentir seguro para comprar.

A pandemia acelerou o uso da tecnologia e acrescentou novas formas de captar e converter clientes. Por isso, é fundamental estar a um clique de distância do seu futuro comprador.

A presença digital capilariza sua marca e pode passar por uma série de possibilidades: redes sociais, site, e-mail marketing, anúncios online, posicionamento no Google, marketing de conteúdo. Quanto mais holística a estratégia, maior sua presença digital e, portanto, maiores as possibilidades de ser lembrado com mais força comparado a um concorrente que não faz o mesmo. Cabe lembrar que qualidade é tão importante quanto frequência no ambiente digital.



  1. Fazer Marketing de Conteúdo


Criar conteúdo que informe ou entretenha um futuro cliente é o cerne principal do Marketing de Conteúdo.

Imagine um cliente que deseja comprar seu imóvel pela primeira vez. Quantas dúvidas surgirão ao longo do processo? É neste momento que, como especialista na área, sua marca pode e deve transmitir conhecimento e domínio sobre este universo. O propósito é atingir seu nicho de clientes e adquirir credibilidade e autoridade no assunto para então influenciar na decisão de compra.

Alguns formatos publicitários costumam atrair mais que outros. Os textos são importantes ferramentas para a estratégia de SEO, porém são os vídeos e imagens que prendem a atenção do seu cliente por mais tempo na página. É o que confirma Liana Valeria de Godoy Bueno, que trabalha como corretora de imóveis no mercado imobiliário há 25 anos:


“As melhores divulgações são aquelas que mostram imagens, vídeos e contam um pouco da história do local”, destaca Liana.


Estes vídeos e imagens precisam ter qualidade, timing e uma visão realista como se o cliente estivesse em um imóvel decorado do showroom. Confira alguns exemplos do que a Fuel pode fazer:


Vídeo | 360º | Imagem | Realidade Virtual


O marketing de conteúdo pode influenciar diretamente no aumento da visibilidade de sua marca na internet. Em tempos de pandemia e isolamento social, ampliar a presença digital e a interação online da sua marca é fundamental.


  1. Utilizar as Redes Sociais



Os brasileiros passam, em média, 3 horas e 31 minutos por dia conectados às redes sociais. A tendência é que, com a pandemia, este número seja ainda maior. Para ter uma dimensão, além do tempo de tela, 130 milhões de brasileiros utilizam o Facebook, 120 milhões, o Whatsapp e 105 milhões de brasileiros assistem a vídeos no Youtube.



As redes sociais possibilitam acompanhar melhor seu cliente, relacionar-se com ele e diversificar as formas de engajar e fidelizar clientes ao encaminhá-lo pelo funil de vendas.


  1. Anunciar em Sites Especializados


Mais do que oferecer seu imóvel para venda, você precisa oferecê-lo no lugar certo, onde o cliente está. Os sites especializados geralmente são muito procurados justamente por terem o produto de desejo do cliente, com ranking e informações técnicas bem elaboradas. Este é o marketing de nicho, que segmenta clientes por seus interesses.

Dentro dos sites especializados, é possível também ter anúncios pagos e ficar no topo da página. Desta forma, o cliente que já está interessado em adquirir aquele produto, poderá conhecê-lo primeiro e navegar por suas páginas e redes sociais.



Como vimos, o mercado imobiliário é um dos mais aquecidos no momento, um verdadeiro privilégio em tempos de pandemia, que desencadearam desafios econômicos e sociais para governos e população.

Com as medidas sanitárias, aprendemos que é fundamental atrair clientes não somente de forma offline, mas também no universo online. Aplicando as quatro dicas acima você pode revolucionar seu marketing digital e obter sucesso de vendas a partir do relacionamento com os consumidores que estão massivamente na internet.

Para saber mais sobre o mercado imobiliário, marketing e gestão de vendas e outros assuntos atuais, acompanhe o blog e nos siga no Instagram.


47 visualizações0 comentário